terça-feira, 4 de dezembro de 2012

I'm back - Parte 33


Sei que já disse isso uma dezenas de vezes, mas estou de volta ao blog e pretendo escrever bastante nele.
Faz um ano e meio aproximadamente que escrevi aqui, e esta noite senti que deveria voltar e escrever.

Incontáveis foram as vezes que eu vim aqui, escrevi 200 palavras soltas prometendo escrever com uma certa frequência, ou só para contar um pouco do que estava acontecendo comigo. Mas dessa vez, quero fazer diferente. Quero fazer, e não só falar. Muita coisa mudou nesse tempo que fiquei ausente, muitas coisas aconteceram e nem todas foram boas. A maioria sim, e sou grato por isso, mas coisas tristes também aconteceram, mas foram devidamente superadas.

Pretendo não fazer desse blog apenas um "diário" e sim postar alguns conteúdos legais também.
Então é isso aí, I'm back and nobody is going to stop me.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Encontro com Matt Sorum!

Ser fã de uma banda não é ter todos os CDs, DVDs e coisas materiais, mas sim, correr atrás dos seus sonhos, ídolos e conceitos! Provei meu fanatismo por Guns n’ Roses nessa quarta-feira, em São Paulo. Tudo rolou mais ou menos assim:
Matt Sorum estava no país, gravando e produzindo o novo CD da banda KIARA ROCKS, a qual acompanho seu crescimento desde que um amigo meu me apresentou o som dos caras. Matt sempre carismático nos shows tanto com o The Cult, Guns n’ Roses, Velvet Revolver ou Camp Freddy aparentava ser um ídolo acessível, com uma grande possibilidade de conhecê-lo de perto.
Decidi pegar toda a grana que tinha – um total exato de 64 reais – encher a mochila de roupas, comidas e meter o pé na estrada, mas não teria ido muito longe se o Lucas não tivesse me acompanhado. Saímos de casa umas 15h e rumamos à rodovia Anhanguera, que leva para São Paulo. Munidos de mapas, placas e uma força de vontade inacreditável fomos andando pela rodovia atrás de carona. Sem sucesso algum, seguimos para um posto a poucos kilometros de onde estávamos, imaginando que todo motorista que estivesse indo pra capital, passaria por lá para abastecer.
Foi difícil, depois de abordarmos praticamente todos os caminhões e carros que entravam no posto, as 19h45 já estávamos praticamente desistindo, mas resolvemos tentar mais alguns minutos com a placa escrito SÃO PAULO na beira da rodovia. Passados três minutos com a placa levantada, e um caminhão parou! Porra, estávamos salvos! O cara estava indo pra Santos, e nos deixaria dentro da cidade... Se o rastreador não o obrigasse a parar de dirigir as 21h10, nos deixando em um posto fajuto em Araras.
O posto estava lotado de caminhões e travecos, perguntamos para todos os motoristas se alguém estaria saindo para São Paulo, com resposta negativa de todos, decidimos voltar pra estrada e tentar carona com outro motorista. Enquanto eu ficava segurando a placa na beira da estrada, Lucas ficou abordando todos os motoristas que estavam saindo do posto. POR SORTE, um estava indo pra Santos e disse que nos deixaria o mais próximo possível, e assim foi feito. O segundo motorista nos deixou no rodoanel, perto de um pedágio grande e que dava sentido a São Paulo, bem na avenida que ficava próximo ao bar.
Lá no pedágio, tentamos com as cobradoras para nos ajudar a conseguir uma carona e nada, eis que o Lucas nos salvou novamente. Um Kadett lotado, com três homens e uma moça saindo pra balada, em plena 1h da manhã de quarta-feira. Depois de uma confusão para achar o lugar, fomos deixados NA PORTA do bar.
Chegando lá, consegui entrar e logo falei com o Ivan (Baterista, Kiara Rocks), pedindo para nos colocar pra dentro do bar. Dei uma volta lá dentro antes de voltar à portaria e vi-o, MATT SORUM, sentado entre duas loiras, com um chapeuzinho e beliscando algum petisco. Não conseguia acreditar no que estava vendo! Voltei na portaria, pedi para o Edu Rox (Apresentador, Lokaos Rock Show) chamar o Cadu Pelegrini (Vocalista, Kiara Rocks) que conseguiu nos colocar pra dentro do bar na faixa (nos fazendo economizar 160 reais) e ficamos por lá, curtindo o ambiente. Matt, no momento estava inacessível, não iríamos dar uma de fã chato e interrompe-lo.
Por fim, ele se levantou e saiu pelas portas dos fundos, sem conseguir passar pela mesma porta, corremos pra frente do bar, onde Matt estava tirando fotos com algumas pessoas. Quando chegou a nossa vez de tirar foto, o motorista dele o chamou para entrar no seu Audi branco, mas antes disso consegui puxá-lo, dizer um simples “Nice to meet you, dude” e receber um “Nice to meet you too!” e dar um abraço forte nele, como se fossemos melhores amigos separados a anos. Assim que ele entrou no carro, pedi para ele autografar o mapa onde mostrava todo o caminho percorrido. Já estava realizado, um autógrafo, um abraço, estava ótimo!
Entramos novamente no bar e ficamos batendo um papo, contei minha história pro Cadu e ele nos convidou a assistir a gravação do CD deles, no dia seguinte! Pirei, porra! Nisso, estávamos no banheiro masculino discutindo essa idéia! Tiramos uma foto a lá Orkut (no espelho do banheiro) e fomos pra fora do bar. Não sabíamos onde passar a noite, então liguei pra Luna, que estava no apartamento dela na Praia Grande, peguei as informações e com a ajuda do Renatinho, roadie do Ivan, pegamos um ônibus e dois metros até um ponto onde pegamos uma van meio “clandestina” para a Praia.
Chegamos ao apê, todos com cara de mortos, o Beto (Namorado da Luna) capotado na cama, a Luna parecendo um Zumbi e a Carol enrolada num cobertor, em um colchão na sala. Tirei a calça, pulei embaixo do mesmo cobertor e ficamos lá, ouvindo o Lucas contar a historia, deitado no sofá do lado. Não consegui dormir, meu pai tinha chego a São Paulo pra levar a gente de volta a Ribeirão, e logo depois foi atrás da gente na Praia Grande.
Achei que o esquema de ir ao estúdio ia por água a baixo, mas consegui convencer meu pai a nos levar lá... Até encontrar o estúdio, levou algumas horas, mas ainda sim, chegamos bem adiantados. Almoçamos em um restaurante caseiro ao lado do Mosh (o melhor estúdio de gravação da America latina) e voltei pro carro pra descansar um pouco. O horário no estúdio começava às 14h continuou vazio até as 15h30, quando o Ivan chegou para arrumar a bateria etc.
Lá no estúdio, fiquei de queixo caído, aquilo pra mim não existia nesse mundo, era tudo MUITO bem organizado, automatizado, tudo muito incrível! Algum tempo depois, o Anselmo chegou, junto com o Juninho e mais uma galera... Mas nada de Matt Sorum nem Cadu Pelegrini. Depois de quase 2h de bate papo com o Ivan, o músico mais simpático e incrível que já conheci na minha vida, tivemos que vir embora. Foi difícil sair de lá sem ter estabelecido um contato mais forte com Matt, mas sei que não foi a única vez que o vi, sei que o verei mais vezes.
Depois de 29 horas de aventura, cheguei em casa morrendo por um banho. Sei que tudo isso valeu a pena, não me arrependo de nada, e estou muito feliz de tudo ter dado certo!
Estou aguardando a próxima!

domingo, 26 de junho de 2011

Bandas e projetos.

Desde que postei um ano atrás aqui no blog, muitas coisas boas rolaram. Entrei em algumas bandas, participei de alguns projetos e vários deram e continuam dando certo. Vou explicar melhor.

No começo desse ano, um projeto de evento que tinha a um bom tempo saiu do papel. O primeiro MONSTERS OF ROCK COVER, em Ribeirão Preto. Foi um evento com bandas covers e tributos de bandas clássicas do Rock n' Roll. Rolou Nirvana, Black Sabbath, KISS, Pearl Jam e Ozzy Osbourne. O evento que rolou no dia 13 de Março, no Bronze Night Club garantiu um bom público, apesar de ser em um domingo a tarde. Foi também o evento de estréia do meu projeto com a produtora de eventos Black Leather, que por enquanto está em stand-by. Fotos e mais informações podem ser encontradas aqui: http://migre.me/57EMx

Em maio, fui chamado pela banda Outstand para tocar baixo com eles. Composta por quatro caras bem legais, a banda tem um som mais atual, tendo em seu repertório covers de Green Day, Serj Tankian e clássicos do Bon Jovi. Além disso, três singles já foram lançados, com letras fortes, melodias bem trabalhadas e uma pegada legal. Espero poder construir uma boa carreira com esses caras, que além de talentosos são ótimos amigos.
|| Canal do Youtube: http://www.youtube.com/bandaoutstand || Blog: http://bandaoutstand.wordpress.com/ ||

Fora isso, recentemente topei participar de outras duas bandas, uma de som próprio e covers clássicos com o Rafael, o Cris e o Lucas (todos eles, ex-integrantes da ShogGuns Cover), com uma forte influencia nos anos 80 estamos trabalhando nas músicas próprias.
Também entrei de cabeça em um MÖTLEY CRÜE cover, mas este mais focado na diversão em se passar pelos roqueiros mais loucos e perigosos do mundo. Tanto o timbre quanto o tom do Vince Neil é inigualável, sendo assim, não garanto que fique lá muito bom, mas tentarei. Aguardem, pois nos shows rolarão coisas únicas em Ribeirão Preto.

São coisas que me animam muito, oportunidades que agradeço a todos por elas.
Boa noite, e aguardem!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Ryan Dunn.

JACKASS, tanto a série quanto os filmes sempre foram sujos, polêmicos e insanos. Porque um garoto com 8 anos não se apaixonaria por essa bosta incrível? Foi o que aconteceu comigo, o maior erro foi meus pais terem deixado eu assistir isso. Dias depois entrei num carrinho de super mercado e ralei toda a minha mão.

Ryan Dunn estava no meio de toda a bagunça, seja empurrando os caras ladeira abaixo em carrinhos de super mercado, ou sentar em uma poltrona na frente de uma turbina de avião, ele nos fazia rir sempre. Como um Jackass, sempre achei que fosse imortal, pois fazer o que os Jackasses fazem, é coisa de louco! Mas infelizmente, a sua ultima brincadeira não deu certo. Ryan saiu para beber com os amigos, e na volta pra casa enfiou seu carro no meio das árvores, e o mesmo pegou fogo, matando-o na hora.

Fiquei pasmo ao saber da noticia, achei que era alguma brincadeira de mal gosto, por ter visto o post do Ñ.intendo
[http://migre.me/56ZxF] com uma homenagem a Ryan. Quando li a matéria no TMZ, e vi as fotos, fiquei muito triste, mas não tinha nada a fazer. Senti a mesma dor que Bam, Johnny, Steve, Chris e os outros caras devem ter sentido. Sei que onde ele estiver, está rolando uma puta festa. Obrigado Ryan, por colaborar na criação do caráter de muita gente. Obrigado por nos fazer rir até nas horas mais obscuras. Obrigado.


Ausência.

Quase um ano sem postar aqui, muitas coisas aconteceram de lá pra cá, mas são coisas que prefiro não compartilhar agora. Voltei, preciso expor algumas idéias e pensamentos com todos que costumavam ler meu blog. As novidades conto em uma próxima postagem, esta aqui é apenas para dizer que estou de volta. Aguardem.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Love?

Encontrar o melhor caminho para sua vida não é tão dificil, porém também não é tão facil.

As vezes você fica perdido, deslocado em um mundo que parece não te aceitar como você é, e nisso você fica necessitando a presença de alguém ao seu lado. Mas vê que quem sempre esteve ao seu lado não é a mesma pessoa, você morde os lábios, aperta os punhos, seus olhos lacrimejam e tudo começa a desabar novamente. Seus amigos dizem para esquece-la, deixar como um capitulo passado na sua história e seguir em frente, em busca de num final feliz.

Até ai tudo bem, é facil esquecer uma pessoa que passou um bom tempo ao seu lado né? NÃO! NÃO É PORRA! Você se acostuma com a presença, se acostuma com a segurança e com o carinho e consegue ver as coisas mais bonitas do mundo só ao lado dessa pessoa. Mas eis que você acorda pra realidade novamente e lembra: ELA NÃO TE AMA DE VERDADE. E você tem que se conformar com isso, com a realidade imposta a você, seu merda.

Eu disse a mim mesmo que não me entregaria facil, que não ficaria dependente de um amor que não aparentava ir pra frente... Mas eu me traí. Larguei tudo e no fim acabei sem nada mesmo, parabéns, idiota.

Mas vamos lá, vamos ver o que o futuro nos aguarda!

Férias, rs

Enfim chegou a época em que eu troco o dia pela noite, engordo uns 5kg e gasto mais dinheiro do que nunca saindo e curtindo. Férias, a melhor coisa que existe no ano todo.

Na moral, acho que férias deveria ter uns 50 dias no mínimo. Porra, é muito bom! Faz uns... dez ou quinze dias que eu de férias e com certeza eu fico muito mais feliz e inspirado nesse período, por isso pretendo postar muitas vezes aqui e esquecer a parada de "a cada 200 visualizações eu posto novamente", e antes de você pensar que não, sim tava dando certo, mas eu não quero que pensem que escrevo pra ter visualizações, NÃO! EU ESCREVO PORQUE EU QUERO E EU GOSTO!

Minha mãe, desde que eu entrei de férias, diz pra ir caminhar, me exercitar e coisas do tipo, mas eu não escuto e fico em casa vendo TV, na internet e comendo, isso não vai me fazer bem, MAS FODA-SE, DE FÉRIAS! É mais ou menos isso que significa férias pra mim, há!

São cinco e quinze da manha, acabou a Luluzinha e estou querendo ir dormir, mas é isso ai! Eu volto muito em breve!

Mas é agora que a galera ta entrando de férias, agora que os rolês estão firmando e agora sim começa a diversão!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Reclamando de barriga cheia.

Acho uma imensa idiotisse seres humanos - principalmente garotas passando pela adolescencia - deixarem de comer dizendo que não conseguem, seja por insegurança com seu peso, seja para se fazer de coitadinhas para sentirem dó delas.

O que é mais inadimicível nisso tudo é como são má agradecidas pessoas nesses casos que deixam de comer por uma causa tola, sendo que não muito longe pode haver uma criança mexendo no lixo em busca de forrar o estomago.

Então reflita: - Enquanto você vomita o que comeu no almoço, alguém vomita àgua por não ter nada no estomago.
- Enquanto você se preocupa em perder peso, alguém está lutando para não ficar na pele e osso.
- Enquanto você deixa de tomar um leite antes de dormir, alguém deita pra enganar a fome.

Não seja ignorante, aproveite o que você tem, e não deixe de pensar no próximo.

Ps: Salva-se pessoas com doenças e coisas do tipo. E dica, só é doença se um médico diz que é! (:

segunda-feira, 14 de junho de 2010

E agora?

Quando você pensa que tudo passou, que sua mais recente aventura amorosa terminou e que tudo vai voltar a ser como de veria, seu mundo desaba novamente e você fica inquieto novamente. Mas nem tudo é como antes.

Você deixa de dar importância pra algo e cai em esquecimento, é passado pra trás e abandonado. Você voltar a correr atrás de seus sonhos, os sentimentos entram em um conflito sem fim, te levando direto ao desespero. Mas então me pergunto, o que fazer? Deixar tudo pra trás é uma boa opção, mas como posso fazer meu corpo seguir em frente se minha mente está presa ao passado? Não, não me vejo como antes, não me vejo com você, não me imagino o mesmo de antes.

Ficar perto dos amigos ajuda, sempre. Mas e quando você está deitado em sua cama, olhando pro teto e imaginando o que aconteceria se tudo estivesse "normal" e seus amigos não estivessem tão próximos para te apoiar? Tenho que aprender a caminhar sobre meus próprios pés nessa questão. Amor, sempre foi meu ponto fraco. Acho que preciso aprender a ver certas coisas e ignorar, ou pelo menos não pensar em matar as pessoas ou pular encima delas com um compasso nas mãos, preciso aprender a me controlar.

A partir de hoje, vou me prometer pensar antes de agir e/ou falar algo, acho que vai ser melhor.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Changes.

Tem certas coisas na vida que nunca mudam... Amor de mãe, sua etnia (Michael Jackson é exceção) e seu carácter! Aqui não vou e não quero citar nomes, mas é um exemplo de como gostam de brincar com o sentimento dos outros e criar uma bola de arrependimento depois de tudo que fez.

Quando você faz muita merda na sua vida, chega uma hora que você para, olha pra trás e vê o que fez, então diz estar arrependido e que vai mudar no próximo dia. No caso você está tentando mudar o seu carácter, mas como carácter não muda nunca, você vai estar apenas se iludindo com a mudança, e acostumado com isso, sai dizendo que mudou, que é outra pessoa! Mas chega um certo tempo, já acomodado em sua suposta mudança, você volta a fazer coisas erradas, volta a tratar as pessoas como elas não merecem e pronto, está definido o seu carácter! (Ou o que você diz ter)

Existem pessoas de tão baixo calão, que ousam repetir TODOS OS DIAS que irão mudar, que no próximo dia irá acordar outra pessoa, mas na verdade acorda a mesma, e quem a conhece, talvez acredite que até pior. Quando prometer algo a ti mesmo, crie vergonha na cara e cumpra, ou será julgado algum dia como homem sem palavra!

Uma vez disse uma coisa, que não saiu da minha cabeça: ''As pessoas nunca mudam, apenas escondem quem elas realmente são. E certas pessoas escondem tão bem, que aparenta uma mudança.''

Deixe o orgulho de lado, se você está errado, tenha no minimo bom senso e assuma seus erros!